Total de visualizações de página

terça-feira, 21 de junho de 2011

Paraíso de um Louco


Caminhando pela minha mente, cigarro na mão sigo contente conversando com criaturas douradas e muito animadas me contam historias engraçadas viagens que ainda não viajei sonhos que nunca sonhei sonhar. Vou ir mais devagar tentar explicar o que se passa nessa cabeça, tentar mostrar meu mundo pra você que ainda ta careta!
        Aqui é terra sem lei,sem regras sem stress apenas eu minha fumaça e o que possa criar, meus lugares, meus pensamentos vagos são o que ditam as regras o que eu quero posso ser e o lugar que desejar posso alcançar, a minha força é a mente. Sem medo de nada continuo na estrada encontro aquele lugar que as criaturas douradas me falaram, onde o sol e as estrelas estão lado a lado com o sorriso da menina que eu amo, e de longe da pra ver as ondas no mar soprarem a brisa que faz balançar as palmeiras que fazem aquela sombra e o ponto perfeito pra pendurar a minha rede.
        Curtindo o visual vou completando esse paraíso diferente, fazendo dele meu lugar especial, onde minha mente vai descansar e meu corpo nunca visitará, cantarolo uma canção desenho nas nuvens criaturas que se misturam com meus amigos dourados que me chegam cantando a minha canção fazendo uma banda de seres muito loucos faço uma serenata para a menina dos meus sonhos.
        Fixo o olhar no horizonte e vejo o quão longe ainda  posso chegar,  descarto pensamentos inúteis me livro dôo que não me faz bem, deixo o vento bater em meu rosto e levar todo mal pensamento, vejo o entardecer é lembro que é hora de voltar pego a estrada de volta me despeço do amigos dourados, e já não vejo a hora de voltar pro meu novo lugar .


 

2 comentários:

  1. Gostei desse ultimo parágrafo :] tô colocando ele lá no meu blog.
    Muito bom o texto, parabéns!

    ResponderExcluir